top of page

Habilidades do futuro - Liderança Regenerativa



Pessoas reais inspiram outras pessoas.


Somos feitos de histórias!


Muito mais do que convencer com as palavras, somos capazes de mover montanhas com os nossos bons exemplos.


A sociedade precisa cada vez mais de multiplicadores de boas práticas, e são as lideranças regenerativas que farão essa mobilização.


Pra que serve a liderança?


Segundo o livro “O Monge e o Executivo”, de James C. Hunter, liderança é a capacidade de influenciar pessoas para que elas contribuam com entusiasmo, criatividade e excelência, fazendo com que elas se tornem a sua melhor versão.


Diversos pensadores e autores ao longo da nossa história estudaram as características do líder, como Platão em “A República” descrevendo o “rei filósofo”, ou Sun-Tzu em “A Arte da Guerra” comentando sobre o “rei sábio”.


Dentre as características que observamos em quem exerce liderança, destaca-se a condução de um grupo de pessoas, transformando-o numa equipe capaz de gerar resultados positivos, motivando e influenciando essas pessoas, de forma ética e positiva.


Liderança serve para inspirar!


É muito melhor realizar uma tarefa por vontade própria do que por obrigação. Entender o real motivo de cada ação é fundamental para se obter identificação e, consequentemente, querer fazer o que precisa ser feito.


Exemplos


As grandes lideranças que inspiram têm algo em comum: a adesão espontânea e voluntária, sem precisar impor condições ou vontades.


São pessoas que inspiram confiança e influenciam comportamentos.


Ao longo da história é possível observar bons exemplos como:



Nelson Mandela — Foto napratica.org.br


Principal líder do movimento contra o Apartheid, regime que separava negros e brancos na África do Sul. Desde a juventude lutou contra a segregação racial, sendo expulso da escola ao protagonizar movimentos estudantis lutando por direitos civis.


Foi perseguido e preso, estando 27 anos na cárcere, ainda assim resistiu e seguiu lutando. Além de conquistar o prêmio Nobel da Paz (1993), foi o primeiro presidente eleito democraticamente na África do Sul.



Malala Yousafzai — Foto Simon Davis/DFIT


Ativista paquistanesa e a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da Paz. Malala se tornou conhecida internacionalmente por sua luta pelos direitos das mulheres na educação, e também sofreu um atentado do grupo Talibã. Ela continua defendendo os direitos das crianças e dos jovens ao redor do mundo.



Kamala Harris — Foto Jacquelyn Martin


Além de ser uma figura política influente, é uma líder contemporânea. Em 2021, tornou-se a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, ao lado do presidente Joe Biden. Também quebrou barreiras por se tornar a primeira mulher afro-americana, e a primeira mulher com ascendência asiática a ocupar esse cargo no país. É uma voz importante globalmente e tem trabalhado para promover a justiça social, os direitos das mulheres e a igualdade racial. Kamala Harris é um exemplo de liderança feminina que inspira e abre portas para futuras gerações.


Qual a diferença entre chefe e líder?


O chefe utiliza-se do poder para conduzir um grupo de pessoas, o líder utiliza-se da influência para mobilizar um grupo de pessoas.


São ações e percepções distintas que sistematizam a forma de interagir com um grupo de indivíduos.


O mundo muda tão rapidamente, conforme o filósofo polonês Zygmant Bauman em “Modernidade Líquida”, vivemos tempos líquidos porque assim como a água, tudo muda muito rapidamente. Na sociedade contemporânea, nada é feito para durar.


Assim sendo, precisamos estar atentos a essas mudanças para conseguir nos adaptar.


E da mesma forma, as interações são diferentes, novas tecnologias ganham espaço, moldando o comportamento da sociedade.


A diferença é sistêmica, o chefe busca o resultado, o líder foca no processo.


Em alguns casos, o chefe se torna uma pessoa tóxica, prejudicando o desenvolvimento das pessoas de sua equipe.


Pessoas tóxicas


A psicologia e a psiquiatria classificam como tóxica a pessoa que pensa de forma negativa, e se comporta de modo prejudicial para as que vivem ao seu redor. Geralmente causa desconforto e sofrimento, além de ser negativa, é também depreciativa, manipuladora e abusiva.



Pessoas tóxicas — Arte por Vojta_kucer


As pessoas tóxicas não são essencialmente más. Em alguns casos, elas nem percebem que estão machucando as pessoas e as suas atitudes são resultado de um desconhecimento de como lidar com situações difíceis. Não aprenderam a trabalhar a sua própria frustração, ou o seu sentimento de baixa autoestima.


O livro “A Pedagogia do Oprimido” de Paulo Freire, fala sobre libertar os oprimidos de sua opressão através do diálogo entre o opressor e o oprimido. É preciso humanizar a si mesmo para poder humanizar as interações, e assim desenvolver o conhecimento.


Essa teoria não se aplica apenas à sala de aula, mas para a vida toda.


Ensinando que devemos ter o autocuidado para poder desenvolver a melhor versão de nós mesmos, e assim exercer da melhor forma o nosso papel, seja ele qual for.



Arte por FunkyFocus


Estamos carentes de representantes que sejam referências, observamos inúmeros gestores e pessoas em posição de destaque na sociedade que não inspiram confiança, e tampouco identificação.


É bem provável que você que está lendo esse artigo já tenha se deparado com alguma situação abusiva por parte de um pseudo-líder, causando desconforto e mal estar.


Até mesmo em organizações do terceiro setor (ONG’s, Institutos, etc) vemos pessoas tóxicas em cargos de liderança, que teoricamente trabalham e lutam por causas sociais, em prol de um interesse coletivo.


A liderança acolhedora sabe ouvir!


Uma das principais características dos líderes é a escuta ativa. Saber o momento certo de falar e ter o poder de observar profundamente.


Também escolher bem o momento e as palavras utilizadas na comunicação, bem como a capacidade de identificar o comportamento dos outros.


Essa característica se desenvolve a todo o momento, em qualquer situação, com a nossa família, com o nosso círculo social, no ambiente de trabalho, sempre que estamos interagindo com outras pessoas.


Pessoas comuns inspiram outras pessoas.



Arte por DMD_Production


São as pessoas reais e genuínas que transformam a sociedade, pois elas têm como característica entender comportamentos sociais diferentes e resiliência para adaptar-se às complexas situações, bem como a capacidade de comunicar-se com pessoas completamente distintas.


Autocuidado, métricas de sucesso e indicadores de realização.

Antes de querer salvar o mundo, é preciso salvar a si mesmo.


Não tem como ajudar as outras pessoas sem estar bem, é fundamental estar com uma boa energia, com as emoções minimamente equilibradas e com o coração tranquilo para poder doar o seu tempo para cuidar do Planeta Terra.


A luta coletiva envolve todos os seres vivos, toda a natureza. E para poder contribuir com essa transformação, precisamos mudar nossos hábitos destrutivos, encarar os nossos medos, lidar de frente com situações que assombram a nossa paz.


É preciso limpar a ferida, para que a cicatriz se torne uma experiência de aprendizado.


Visto isso, podemos dizer que para ser uma liderança regenerativa, também é preciso cuidar de si.


O quanto você tem cuidado de si? Arte por Geralt


Ter uma alimentação balanceada, cozinhar o seu próprio alimento, preferencialmente que venha direto da terra, de maneira orgânica e abundante. Praticar exercícios físicos regularmente, exercitar o corpo e a mente. Expressar as suas emoções através das artes, desenvolver as diferentes inteligências.


Ler, escrever, desenhar, cantar, dançar, ser feliz.


Praticar a empatia, saber ouvir e possuir palavras de conforto.


Lidar bem com o tempo, promover o autocuidado, o amor próprio e o entendimento do valor ancestral em nossa jornada.


Nesse aspecto, a ancestralidade merece um artigo específico (prometo escrever em breve sobre isso), pois está diretamente ligada com o nosso propósito neste plano terrestre.


Não fazemos ideia do quão importante a relação familiar é para o nosso desenvolvimento como seres humanos, e as interações que ocorrem dentro desse círculo influenciam diretamente a forma como interagimos com o mundo.


Provocando novos hábitos, as métricas de sucesso também vão se alterando.


O que era um sonho até um tempo atrás, pode se tornar obsoleto, e com isso, surgirem novos desejos.


O que é sinônimo de realização para você? Pode não ser a mesma resposta que a minha, e está tudo bem. Pode ser diferente a cada estação, e também está tudo bem.


Cada um de nós tem uma percepção distinta sobre o que é ser feliz, o que quer fazer da sua vida, e até mesmo qual legado quer deixar para o Planeta.


Qual o significado de sucesso para você? Arte por Hallucinogenizer


E a sociedade tem buscado pensar cada vez mais de maneira sistêmica, considerando os diferentes seres vivos que existem, e não apenas os seres humanos.


O movimento, que antes era granular e pontual, começa a tomar maiores proporções, envolvendo diferentes setores da sociedade, buscando novas formas de interação e de colaboração.


As novas tecnologias têm contribuído para o desenvolvimento do futuro do trabalho, evoluindo os acordos, buscando novas profissões e novas habilidades para realizar a transição da sociedade. O próprio comportamento do mercado de trabalho está mudando.


As organizações estão se adaptando ao movimento global, estas são feitas de pessoas, dessa forma é claro que as pessoas estão alterando o seu comportamento individualmente, refletindo numa mudança de comportamento da sociedade como um todo.


Dentre os inúmeros questionamentos possíveis ao longo dessa jornada, destaco três:


  • Você é feliz?

  • O que você está nutrindo para o Planeta Terra?

  • Qual o seu legado para as futuras gerações?

Nesse tocante, recomendo fortemente a criação de indicadores de realização.


Estabelecer algum (ou alguns) objetivo(s) que esteja (estejam) cumprindo com os três questionamentos feitos acima: que faça você feliz, que nutra algo para o Planeta e que de alguma forma contribua para um legado para as futuras gerações.


Pode ser o que for, de qualquer proporção. O exercício de estabelecer indicadores de realização ajuda a mudar a percepção sobre o que entendemos por sucesso.


Como um exemplo de indicador de realização, estabeleci o objetivo de publicar de maneira recorrente textos de sensibilização sobre as temáticas da sustentabilidade, e que estes textos dariam origem a um livro.


Pois aqui estou desenvolvendo alguns parágrafos, também como forma de contribuir nessa jornada coletiva, almejando a publicação do livro (que está se aproximando!).


E também busco trabalhar essa habilidade do futuro, a liderança regenerativa, exercitando a produção textual, o senso crítico e a argumentação.



As pessoas mais interessantes, são as mais interessadas! Arte por GDJ


A liderança regenerativa é uma característica intrínseca a todos os seres humanos, e que aflora nas pessoas mais belas, não de aparência, mas sim de energia.


Pois bem, desejo que você siga buscando a sua melhor versão :)

Quer seguir conversando comigo sobre esse assunto? Manda um alô!

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page