top of page

Inundações na cidade, o que você tem a ver com isso?


Cais Mauá na quarta-feira, 28/09/23. Foto: Pedro Piegas / PMPA


Após uma forte chuva de verão que não durou mais do que 1 hora, Porto Alegre ficou parcialmente inundada, comprometendo o comércio local, a mobilidade e a vida na cidade.


Mas o que você tem a ver com isso?

Calma aí, vou explicar.

As chuvas torrenciais são comuns nessa época do ano, um período chuvoso no Brasil, porém o que não é normal (pelo menos não deveria ser) são fortes inundações em centros urbanos, mostrando que estamos despreparados para eventos climáticos extremos.


Porto Alegre, terça-feira 02/01/24. Redes Sociais.


A impermeabilização exagerada da superfície, a partir de asfalto, prédios, moradias, entre outras construções, compromete a capacidade de absorção do solo.


Para atender a toda essa estrutura, seria necessário um sistema de saneamento eficiente, que conseguisse lidar com a quantidade de água das chuvas.


Sem contar na gestão de resíduos sólidos urbanos.


Os resíduos dispostos no meio ambiente são responsáveis pelo entupimento de bueiros e do sistema de esgoto, além de poluir os rios e os oceanos.


Um município preparado para eventos extremos possui uma gestão de resíduos sólidos eficiente, um saneamento básico eficiente, e a sua população tem uma cultura socioambiental, separando e encaminhando corretamente os resíduos gerados, tomando decisões conscientes.


As indústrias dessa cidade têm responsabilidade sobre o que colocam no mercado e praticam constantemente a logística reversa, contribuindo para esse modelo circular.


Infelizmente essa não é a nossa realidade!


Enchente em Porto Alegre, 1941. Fonte: Jornal O Globo


Vemos caos e despreparo em situações climáticas extremas, algo cada vez mais comum hoje em dia.


E o que você tem feito para mudar essa realidade?


Tem separado os seus resíduos? Tem usado os recursos naturais com consciência?


Qual é o tamanho da sua pegada no Planeta?


São perguntas importantes para dizer que você tem tudo a ver com isso que está acontecendo.


Porto Alegre, terça-feira 02/01/24. Fonte: Jornal O Sul


Somos protagonistas de nossas histórias, precisamos assumir essa responsabilidade e ir melhorando a cada dia.


A mudança só acontece quando é consciente.


Cada pequena atitude importa no processo de regeneração do meio ambiente, desde o consumo, até a forma como nos relacionamos.


O primeiro passo é a informação clara e acessível, busque por fontes seguras e se interesse pelos assuntos coletivos.


É fundamental se envolver profundamente para podermos ter o futuro que desejamos.


Afinal de contas, somos ferramentas nesse plano!


Aproveita para seguir as redes do @greenthinkingproject e se conectar com uma rede potente de sustentabilidade.




73 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page